Alunos de Nova Iguaçu visitam histórica Estação de Tratamento de Água Rio d’Ouro - Jornal Destaque Baixada

DESTAQUE

PUBLICIDADE

23/03/2022

Alunos de Nova Iguaçu visitam histórica Estação de Tratamento de Água Rio d’Ouro

Fotos: Renato Fonseca/PMNI

Alunos da Escola Municipalizada Jaceruba, situada no bairro de mesmo nome, em Nova Iguaçu, fizeram uma viagem no tempo nesta terça-feira (23). Eles visitaram a Estação de Tratamento de Água (ETA) Rio D’ouro, construída no século XIX, responsável pela captação de água para o abastecimento de cidades da Baixada Fluminense. A atividade fez parte dos eventos em celebração à Semana da Água, promovidos pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMAM).

A visita foi a oportunidade que os estudantes tiveram para uma aula diferente, ao ar livre e que contou parte da história de Nova Iguaçu no fim do século retrasado. Inaugurada em 1880 pelo imperador D. Pedro II, a unidade tinha como objetivo captar as águas dos mananciais de Tinguá e abastecer a capital do Império. Para isso, foram necessários cerca de 45 quilômetros de tubos de ferro fundido assentados da cidade-mãe da Baixada Fluminense até o Rio de Janeiro.

“Podemos afirmar que esta foi uma das maiores obras daquela época, não só a nível nacional, mas em toda a América Latina, devido à sua complexidade. Os tubos foram importados da Inglaterra e assentados ao longo da Estrada de Ferro Rio d’Ouro, construída à época para a logística da obra e que tornou-se um grande complexo ferroviário. Uma obra de engenharia fantástica que perdura por mais de 140 anos e revela muito bem a grandiosidade da nossa contribuição histórica”, explica o historiador Antônio Lacerda, coordenador do Arquivo Histórico da Diocese de Nova Iguaçu.

O secretário municipal de Meio Ambiente, Fernando Cid, também esteve presente e lembrou que a falta d’água, realidade ainda vivida por muitas pessoas em todo o planeta, é um problema histórico e que só será resolvido por meio da conscientização ambiental.


“Somente uma a cada três pessoas em todo o mundo tem acesso à água potável. E este lugar é incrível não somente do ponto de vista histórico, mas também ambiental por tudo o que significa para a Baixada Fluminense e a Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Temos como desafio preservar a rica história aqui contida e também cuidar da natureza para que cada vez mais pessoas tenham este acesso”, afirma o secretário.

Um dos alunos mais participativos durante a visita guiada foi Luan Ribeiro da Silva, 15 anos. Ele conta que já havia feito pesquisas na internet sobre a ETA Rio d’Ouro e fez coro com o secretário Fernando Cid quanto à questão dos cuidados com o meio ambiente. “Conhecer a estação foi uma experiência muito interessante. Poucos são os lugares que têm essa riqueza natural que Nova Iguaçu possui. Por isso é tão importante preservar a natureza e a água, pois dependemos dela para nossa sobrevivência”, ressalta o estudante do 9º ano.

Além dos estudantes e de membros da SEMAM e da Guarda Ambiental Municipal, também participaram da visita representantes das empresas Condor – Tecnologias não letais, Furnas, do CEPEL (Centro de Pesquisa de Energia Elétrica) e do CEFET (Centro Federal de Educação Tecnológica).

A programação da Semana da Água continua nesta quinta-feira (24) com o Plano Municipal de Educação Ambiental, no qual será apresentado o projeto “Rede Educadora”. A atividade será realizada na Casa do Professor, sede da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), a partir das 10h.

O encerramento da semana de eventos acontece no domingo (27) com um passeio ciclístico do Centro de Nova Iguaçu ao Parque Natural Municipal de Nova Iguaçu, onde acontece o projeto “Música na Natureza”, edição “Ao Som das Águas do Parque”, que terá a apresentação de Robson Valentin e Marlon Esteves. A largada será às 9h, no Paço Municipal, sede da Prefeitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, informe nossa equipe 21 97629-7675

©2022 I Todos os direitos são reservados ao Jornal Destaque Baixada, conforme a Lei nº 9.610/98. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia são proibidas.

Pages